quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Dos Lobos aos Cães




Muitos dos comportamentos de Cães são herdados, e só podem ser realmente compreendidos se levarmos em conta a história evolutiva da espécie. Todos sabemos que eles vieram do Lobo, mas ninguém sabe realmente como estes foram domesticados.

Das raças de Cães de hoje em dia, algumas se distanciaram muito do lobo devido a cruzamento com outras raças caninas. Raças como Border Collie, o Labrador, o Chihuahua por exemplo são raças que já perderam totalmente seu sangue Lobo.

Ainda existem Cães como o Husky Siberiano, o Malamute do Alaska, o Akita e o Samoieda, que são Cães que foram cruzados diretamente com os Lobos por isso mantém sua aparência primitiva. Esses Cães, em suas linhagens originais, tinham sangue de Lobo, mas com o tempo o sangue lupino foi se diluindo e acabaram por se transformar em raças de Cães domésticos, por ainda mantendo a aparência similar ao antepassado.

As raças mais proximas dos Lobos são os Wolfdogs, são eles o Cão Lobo Checoslocaco, o Lupóide de Saarloos e Cão Lobo Italiano (esse último não é uma raça oficial). Estas são as únicas raças que realmente possuem sangue lupino. Existem linhagens de Huskies que mantém a pureza do lobo, (o Husky veio de uma seleção feita pelos humanos que permitiam que o melhor Lobo para trenós acasalasse com as fêmeas) mas no que a raça chegou à América, boa parte foi misturada com Cães para aprimorar a raça em seu serviço, por isso, é muito difícil achar essa "linhagem original", se ela ainda existir.

Além dos Lobos e dos Cães, existem os Híbridos (misturados), cruzas de Lobos e Cães que ocorrem geralmente por acidente, são cruzas casuais que não originam nenhuma raça de Cão ou de Lobo. Veja as diferenças entre as 3 espécies e como convivem com humanos:

Lobo Selvagem
Lobos: Muito tímidos, para se adaptar com os humanos, precisam ser retirados cedo da Mãe (selvagem) e ser sociabilizado com os donos até os 4 meses, dos quatro aos seis meses com o restante mundo, mesmo assim ainda é um animal que se estressa fácil se for conviver como animal de estimação, ele exige muito tempo, espaço e dinheiro, além de longas corridas, caminhadas, exercícios e etc... A alimentação é diferente, sendo utilizada  muita carne e ração de boa qualidade. É capaz de salvar uma pessoa desde que isso não exponha a vida dele em risco, por isso são péssimos guardiões, preferem sair correndo ao se arriscar um mínimo (instinto de sobrevivência), quando feridos, tornam-se  EXTREMAMENTE agressivos, não como vê-se nos Cães, os Lobos ficam tão agressivos que só mesmo com tranquilizantes para tratar os machucados. Preferem morrer com uma pata quebrada ao deixar um humano, mesmo que de confiança, aproximar-se para ajudar.

OBS.: Lobos puros JAMAIS atacam humanos, pois selvagens possuem muito medo dos “racionais humanos” e os domésticos preferem fugir a atacar.
Lobo Híbrido

Hibridos: São o que se chama de F1 direto do Cão com o Lobo e sem controle de raças  mesmo que 20 % dos  lobo continuem sendo Híbridos. A personalidade desses “Cães” é um verdadeiro mistério, a maioria é muito tímida, assim como os Lobos e não serve para a guarda, preservam os instintos de sobrevivência do Lobo, em algumas ninhadas, nascem animais extremamente agressivos que muitas vezes são largados devido aos estragos no ambiente em que habitam, tornam-se um grande perigo para a população, já podem causar muitas mortes, nessas, as quais os Lobos levaram a culpa. Existem muitos criadores de Híbridos nos EUA, o problema disso é que a maioria das pessoas se encanta com a aparência, ou querem "aparecer" usando o animal como status, mal sabem que estão levando uma verdadeira máquina de destruição para a casa, em questão de meses a maioria dos animais são abandonados nas matas à própria sorte. Outros, acreditando nas Lendas que envolvem Lobos, compram os animais para usar como guarda, vendo que não servem para tal função,  acabam prendendo o animal e esquecendo deles no “fundo do quintal”. A FullMoonFarm tem uma quantidade gigantesca destes animais para a adoção, isso mostra bem o que acontece com a maioria esmagadora dos híbridos. A adoção é muito difícil, pois os animais, quando chegam no resgate já estão tão traumatizados e desconfiados que torna quase impossível a convivência.

Esses animais são um verdadeiro problema, já causaram mortes nos EUA e colocaram os Lobos norte americanos na linha vermelha da extinção, não se emocionem ao ver o Yellowstone Wolf Pack, 80% daqueles animais não passam de Híbridos com uma quantia alta de WolfBlood (sangue de Lobo), mesmo que eles por cruza consigam fazer um animal 100% Lobo, sua personalidade já está mudada e esse vai agir bem diferente dos Lobos convencionais.


 Saarloos
Cães Lobos (Wolfdogs): São Lobos diluídos em uma raça canina próxima até atingirem uma personalidade firme, geralmente são usados para a guarda e resgate. A diluição varia muito do que se espera do Cão, o básico dela é manter a agilidade, a força, a resistência adaptabilidade e a inteligência do Lobo com a obediência e a coragem do Cão. Isso resultou em um Cão que marcha mais de 100 km sem se cansar, animais que tem a capacidade de pular mais de 3 metros e escalar. Animais com grande velocidade em um ataque  de muita eficiência devido aos dentes bem desenvolvidos. Quando bem selecionados, são corajosos e capazes de dar a vida pelo seu dono assim como qualquer Cão. mas como nem tudo são flores, essas raças podem ser um "pau pra toda obra" mas possuem defeitos.

São ótimos guardas, uma ótima companhia, mas nunca exija uma adestrabilidade e aceitação de comandos como um Pastor Alemão por exemplo. Eles são chatos para ser treinados, se enjoam fácil do treinamento e perdem a atenção muito fácil. Caso não se agradem, não os interessa aprender, como tem uma resistência absurda, possuem também uma energia gigantesca, logo, a destruição do lar/jardim/grades/canil é inevitável, ainda mais para quem não tem muito tempo para esses animais. São mestres em fugas dando altos pulos (altos, em torno de 3 metros como já citado), destroem grades e qualquer outra coisa que esteja fazendo com que se sinta sem liberdade, isso piora caso tenha alguma cadela no cio ou, no caso da fêmea híbrida estar no cio e não ter macho, por isso é muito aconselhável (até para evitar acidentes) que o animal de companhia seja castrado, outro ponto negativo é que no cio, as fêmeas se tornam muito agressivas, sendo um perigo para quem tem crianças pequenas e que não sabem os sinais dos Cães (que são bem claros nessa raça).

É isso, esperamos que tenham aprendido como foi a evolução dos Cães, e sua ligação com os Lobos.

Post enviado por e-mail pelo leitor que atende pelo nome de Kiba Okami

Edição por Arcanjo Lycan